RSS

Share |

Mensagem do Presidente

Dr. Pedro Moutinho Ribeiro, Presidente do CPP (2017-2019)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Caros colegas

Foi com muita honra e entusiamo que em Junho último assumimos a direção do Clube Português do Pâncreas para o biénio 2017/2019.

O CPP é um orgão da SPG já com uma longa e respeitada vida, que merece continuar a ser o portador da voz ativa dos assuntos do pâncreas junto da comunidade científica bem como da população em geral.

Até porque o pâncreas está na moda.

As suas doenças são cada vez mais diagnosticadas e o seu impacto no tempo e qualidade de vida dos doentes cada vez mais reconhecido. Os contínuos avanços no conhecimento do cancro pancreático, infelizmente, não têm, para já, impedido que esta neoplasia esteja no topo das principais causas de morte por cancro em todo o mundo, estimando-se que em 2020, nos EUA, venha a ocupar o 2º lugar no ranking. A pancreatite crónica e suas consequências representam um enorme fardo na vida dos doentes com repercussões importantes no enquadramento familiar, laboral e social. As lesões quísticas, por seu turno, constituem outro motivo frequente de consulta e fonte inquietação para o doente e comunidade médica, dada a ainda ausência de guidelines consensuais para o seu manejo.

O CPP tem, pois, como missão de participar na divulgação da patologia pancreática junto de todos (comunidade científica e das população em geral), contribuindo para o esclarecimento das principais entidades nosológicas e promovendo o desenvolvimento de linhas de investigação para avançar no conhecimento deste tão importante orgão.

A promoção de eventos científicos e a ações de divulgação junto do grande público ocuparão um lugar especial nos nossos objetivos.

O website existente, instrumento único de comunicação universal, será reformulado e modernizado. As redes sociais ajudar-nos-ão, de igual modo, a projetar a voz do CPP.

A formação e o estímulo das gerações mais novas de Gastrenterologistas merecerá especial destaque nesta direção. É também tempo de angariar mais sócios e simpatizantes, assegurando a vitalidade e crescimento futuro do CPP.

A comunhão de saberes e interesses com outras Sociedades Científicas afins não será descurada, antes pelo contrário. Exemplo disso é já o excelente sentimento de partilha que o CPP tem estabelecido com a Associação Espanhola de Pancreatologia (AESPANC).

Prometemos trabalho.  Prometemos empenho.  Prometemos responsabilidade em continuar o legado que nos foi deixado pelas Direções anteriores, a quem desde já agradecemos tudo o que tem sido feito e a quem manifestamos a nossa sincera homenagem.

Queremos ser uma direção de todos e para todos. Esperamos as vossas ideias e iniciativas!

Até breve,

Pedro Moutinho Ribeiro

X
A carregar